11 junho 2010

Começa a copa do mundo da África

A copa pode ser do mundo mais é da África.
Por:Fabio Alves

Hoje dia 11/06/10 começa a copa do mundo da África, da áfrica do sul mas, o mais importante que essa copa não é só de um país e sim de um continente. Da pra ver nos rostos a felicidade, o entusiasmo do público, que não parava um só minuto tanto no show quanto na cerimônia de abertura. A África, seus ritmos e suas danças foram os protagonistas da cerimônia de inauguração da 19a. Copa do Mundo de futebol. Johannesburgo, em um ato marcado pela ausência do ídolo nacional, o líder antiapartheid Nelson Mandela.

AVASSALADORA, a copa da África é realmente avassaladora. Essa palavra é fora do comum mais não é inventada, vem do espanhol. Só que as pessoas esquecem e acabam não usando. Como esqueceram da África e passara a ignorar o que acontecia por aquelas bandas. Bem isso está mudando e mudando em grande estilo. Juro que no final da cerimônia de abertura fiquei esperando acenderem a tocha olímpica, mais era só a COPA , deixa as OLIMPÍADAS pra próxima. Um país que viveu até pouco tempo na obscura sobra do Apartheid faz o mundo de todas as tribos e cores vibrar com um jogo de futebol.

A África do Sul é um verdadeiro calderão cultural.



Como falar da copa do mundo na África do Sul e não falar de Nelson Mandela.

Nelson Rolihlahla Mandela foi um líder rebelde e, posteriormente, presidente da África do Sul de 1994 a 1999. Principal representante do movimento anti-apartheid, considerado pelo povo um guerreiro em luta pela liberdade, era tido pelo governo sul-africano como um terrorista e passou quase três décadas na cadeia.

O primeiro presidente negro do país, Nelson Mandela, ausente nos atos de abertura depois da morte durante a madrugada de uma bisneta, havia pedido para incluir no espetáculo uma canção britânica intitulada 'Hope' (Esperança), que devia ser interpretada pelo jovem tenor sul-africano Siphiwo Ntshebe.
Seu desejo, no entanto, não pôde ser realizado, já que o intérprete morreu em 25 de maio aos 34 anos, vítima de uma meningite, e por isso foi substituído por Timothy Moloi.

Mandela foi o grande ausente do dia em Johannesburgo, mas outro Prêmio Nobel da Paz sul-africano, o ex-arcebispo anglicano da Cidade do Cabo, Desmond Tutu, participou na festa e, aos 78 anos, dançou, exibindo a camisa dos 'Bafana Bafana'.



Por: Fabio Alves >> O QUE MAIS ESCREVO <<

Twitter: @fabiopalves

e-mail: FabioPeixotoAlves@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...