12 julho 2016

Respeito e aceitação do cabelo

Fato: Quatro em cada 10 crianças não se acham bonita por conta dos cabelos crespos e cacheados. E isso é muito absurdo!

Você sabe de onde vem esse sentimento? Primeiramente, como já é sabido, do preconceito vindo de outras crianças ou, até mesmo, das professoras, coordenadoras e diretoras da escolinha que sua filha estuda. 


Sim, é complicado para as crianças de cabelinhos crespos e cacheados lidarem com isso. Mas e quando o problema pode estar dentro de casa?  A aceitação, o cuidado e o amor, devem vir primeiramente (e principalmente!) do cuidador, seja o pai, a mãe, uma avó. 

Infelizmente, quem toma a decisão precoce de alisar são deles! Os motivos são vários como por que 'dá trabalho' para cuidar, por gosto ou por apenas estarem cansados de verem seus filhos sofrerem. E isso não acaba com o 'problema', ele agrava.

Hoje vemos diversas meninas em transição, pois, além de toda uma questão história e ideológica, não se recordam dos cabelos naturais! É como não se lembrar de quem você é de verdade. 

Nós acreditamos que as pessoas devem fazer dos cabelos o que desejam, mas que tenham idade e noção para fazer escolhas que serão 'definitivas', como um alisamento ou relaxamento. Essa decisão não seja imposta por um adulto ou pela própria sociedade. 

Empoderem suas crianças. Elas são lindas do jeitinho que são!

Foto do Projeto 'Alisa não, mãe'

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...