12 outubro 2011

Ser ou não ser, eis a questão.

Verdades sobre o crescimento do cabelo natural.
Por: Élida Aquino

Estava lendo o Black Girl with Long Hair, um dos meus blogs preferidos, e entre os posts estava um que responde os questionamentos de boa parte de meninas naturais e que tenho lido em muitos lugares: “por que cabelos crespos não crescem”? Aí adaptei essa matéria, que foi publicada no The Natural Heaven (algo parecido com “5 razões para você não estar ganhando comprimento”, em tradução livre) e juntei à outra que fala sobre “fator encolhimento” e foi postada no Cabelo Crespo é Cabelo Bom, para acabar com essa dúvida.

Sobre o fator encolhimento a Mariangela escreveu: “Uma das coisas que mais incomodam quando se assume os crespinhos naturais é o tempo que eles levam para crescer. Algumas vezes temos a sensação de que o cabelo não sai do lugar. Na verdade, o cabelo cresce sim, e muito bem. O que acontece é que não levamos em consideração o que chamo de “fator encolhimento”. O que é isso? Por causa do formato dos fios (em espiral ou zigue-zague), o cabelo pode encolher de 50% a 80% do seu comprimento atual. Isto significa que ele vai aparentar ter a metade do comprimento que ele tem de fato. (...) Pode parecer um pouco decepcionante, mas esta é uma das características do cabelo crespo e faz parte do processo de ter o cabelo natural. Sabendo disso, a afirmativa de que nossos cabelos geralmente não crescem já pode ser descartada. O cabelo crespo cresce tanto quanto o liso, só não demonstra isso do mesmo jeito, exatamente por causa da “anatomia” do fio.


E o que pode impedir o crescimento? VEJA cinco causas.

1. Você ignora a quebra.
A razão mais provável para estar parada num mesmo comprimento por muito tempo é a existência de pontas duplas pontas duplas, quebram o cabelo na medida em que ele cresce. Para eliminar isso é necessário retirar até 3 polegadas do tamanho atual, para que ele cresça saudável. Outro tipo de quebra, muito comum em cabelos crespos, é causada pelo manuseio quando penteamos. Para que ela aconteça o mínimo possível, só precisamos ter carinho e paciência para lidar com o cabelo.


2. Você está manipulando-o em excesso.
Penteados amarrados (como os tradicionais “puffs”) são viciantes. Mas, apesar de simples e bonitos, podem trazer quebra e nós, como acontece na hora de desprender, onde todo cuidado é pouco e quase nunca há cuidado. Para as que têm cachos mais largos ou fios menos crespos, que fixam com dificuldade, o uso de gel ou spray pode se tornar constante e será mais um motivo para os danos. O cabelo vai reclamar muito por causa desse manuseio excessivo e logo mostrará sinais como quebra, embaraço e nós frequentes. O ideal é achar meios para não danificá-lo sem que caia na rotina. Podemos fazer tudo, desde que haja cuidado.

3. Você ainda está procurando um produto mágico
Não existe produto mágico. Prova disso é que existem meninas que usam produtos que ninguém gosta, mas que fazem muito bem ao seus cabelos e proporcionam crescimento saudável. Por outro lado, existem as que usam os produtos indicados pela maioria e não conseguem nenhum efeito em seu próprio cabelo. O que precisamos compreender é que os danos mecânicos, como falta de cuidado na hora de pentear ou lavar, são os principais agentes na demora do crescimento. Os produtos tratam os fios, reforçando a proteção contra esses danos mecânicos, mas os “meios de manipulação” do seu cabelo é que determinarão a ação deles.

4. Você está seguindo as regras de outra pessoa
“Nunca, jamais, cometa o erro de não ouvir o seu cabelo”. Se alguém jura que o tratamento com calor é bom, isso não significa que ele servirá para você. Se alguém diz que óleo de coco é milagroso, isso não significa que ele será para você. Não há nada de errado em experimentar qualquer produto, método ou rotina. O erro está em não prestar atenção no seu cabelo e entender o que realmente lhe faz bem. Sempre preste atenção se seu cabelo está quebrando ou se está respondendo de maneira estranha.

5. Você está submetendo-o a muito calor
Como foi dito anteriormente, a retenção do comprimento é muito influenciada pelos danos mecânicos. Calor degrada o cabelo. Para algumas pessoas, usar o calor regular não é um problema, pois seu cabelo consegue lidar com isso. Para outros, o mínimo aquecimento é um problema.

Saiba como o seu cabelo se comporta. Não escolher um estilo ou a facilidade antes de preservar a saúde do cabelo. Pode ser mais fácil lidar com seu cabelo quando seus cachos não estão tão fechados, mas considere o uso de métodos de secagem livre, como twists ou tranças. Quanto mais fino for o seu cabelo, menos provável que ele seja capaz de suportar muito calor.

Nossos cabelos são perfeitos e lindos, são capaz de sobreviver com beleza quanto qualquer outro. Desejo que a partir desse texto possamos tratá-los com mais cuidados, observando suas particularidades. Por último, deixo em vídeo que ensina a vencer o “fator encolhimento”.

4 comentários:

  1. Adorei o post, Élida.
    Muito importante o que você disse sobre observar como o cabelo se comporta. Cada uma sabe o que faz bem ou não aos crespos :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...