25 julho 2011

D.I.V.A.S #1 Amy Winehouse

Por Graziela Gama

Além das vozes poderosas, o que seriam das Divas sem um estilo próprio que vem com suas roupas, sapatos, maquiagens, tatuagens e cabelos? Somente mulheres como muitas outras que cantam maravilhosamente bem.

Por isso, nós do Trança *Nagô*, fizemos uma seleção das poderosas divas da atualidade e mostraremos como, através das suas vozes, se tornaram grandes ícones, não só da música, mas da vida.

A primeira a fazer parte desta lista não era para ser Amy Winehouse, mas certamente ela seria uma das primeiras homenageadas. Infelizmente, a perdemos neste sábado e invertemos as posições a colocando como a grande homenageada deste apanhado de mulheres e suas vozes.

D.I.V.A.S #1 Amy Winehouse

Para fazer este texto está sendo complicado, não pelo amor ou pela falta que Amy nos faz, mas por sua vida tumultuada ter se sobreposto ao seu dom. Porém, sem as conturbações ela não seria a Amy que conhecemos.

Acompanhamos neste fim de semana diversos documentários, clipes e comentários sobre vida e obra de Amy, podendo perceber que ela era única e que suas tendências depreciativas faziam parte de sua vida e só seria questão de tempo para que as coisas (ruins) acontecessem.


Mas como nós viemos mostrar, principalmente, o lado bom das grandes divas. Amy foi reconhecida pela sua potência vocal desde muito cedo e suas influências musicais, como o jazz, fizeram dela uma figura inovadora em um cenário tão pop.

você está lendo #grazifala

Indo completamente contra as que são chamadas de diva atualmente, como Britney e seus playbacks e autotunes (adoro Britney, só pra constar), a rouquidão da voz de Amy Winehousedeixava todos a beira do êxtase.

Tudo combinava com seu estilo musical, como as coisas as roupas estilo anos 60, os olhos delineados gatinho e os cabelos, marca registrada da cantora.


No início de sua carreira, ela tinha longos cabelos negros, lisos e murchinhos. À medida que foi aparecendo na mídia, Amy foi dando volume nos fios e cacheando como no clipe em que a lançou mundialmente, Rehab.




Emagrecendo e se tornando uma caricatura de si mesma, ela adotou o famoso penteado que a consagrou: franja e um super volume no topo. Teve fases que ela abandonou o coque gigante para adotar cabelos curtos e cacheados novamente, ou até mesmo completamente loiros, mas isso durou pouco.

Muitos dizem que ela era drogada e que não merecia o sucesso que tinha, mas como disse no meu Twitter, drogada ou não, ela foi o que quis ser e fascinou nossos ouvidos com sua voz e nossos olhos com seu estilo.



3 comentários:

  1. Amava o estilo dela - era única. Pena ter ido tão cedo, mas valeu a pena, apesar de tudo, ter conhecido essa grande diva.

    ResponderExcluir
  2. Lamento não ter ido ao show dela, estava sem verbas. Todos recklamaram que ela cantou pouco, chegou tarde, gente não importa a presença dela já era tudo estou tão triste. Eu a entendia e se tivesse possibilidade saberia como poderia te ajudado, Enfim Amy descanse em paz

    ResponderExcluir
  3. Amy Sempre Diva.... AMO!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...