03 junho 2011

Coisa de MULHER #10

fora de ordem
Por: Debora Brito


Coisas de mulher voltou a aparecer.

Qual mulher nunca acordou se sentindo horrorosa, do avesso?! Maltrapilha? Judiada pela noite? Que decide ficar o dia todo em casa pra não assustar ninguém ou nenhuma criança escandalosa na rua? - isso de ficar em casa só vale final de semana! Afinal, durante a semana tacamos um f*-se, tentamos dar uma disfarçada, e vamos ganhar o pão do dia a dia mesmo assim, na aparência estilo "fim de carreira", no aspecto "me judiáro", no estilo "não fala comigo hoje", "sai de retro pé de cabra"....

Qual mulher nunca passou por isso?

Pegar uma peça de roupa, embora seja antiga, surrada, mas super confortável, que te acompanha há anos, toda remendada, com o tecido fino de tanto usar... Aquela calça jeans que fica super bem, aquela blusinha doida, aquele sutiã esquema, aquela saia querida que, de tanto usarmos já sabem voltar sozinha pra casa?! Que já passou por tantas coisas com a gente! Olhar pra ela e ter a cara de pau de mandar um "vou usar só mais hoje e depois dou embora"....mas nunca dá embora?! E sempre volta a usar?!

Ou ainda, depois de tomar a quarta dose de não sei o que, depois de já ter tomado as 3 cervejas anteriores....pensar "putz..... devia ter parado na segunda rodada. Agora já era....." E ter momentos ótimos de alegria... ou viver o mais puro pesadelo ordinário e caótico... O mesmo vale para doces, chocolates e trufas. "Essa é minha última mordida na barra de chocolate e pronto" (chegam momentos na vida que só comendo direto da barra de chocolate!)... toda linda, confiante no que disse...Mas depois do gosto estar saindo da boca, bate o desespero, manda um "f*-se, se é pra fudê, vô fudê mesmo e comer mais três quadrados. Eu mereço, meu dia foi tenso, resolvi vários pepinos, ele não me ligou, desceu pra mim. Vô que vô. Vem cá pra mim vem chocolatchinho deliça..." ahahahaha Nessas horas me jogo com força e como MEMO. No mais puro prazer.

Ou ainda, qual mulher nunca sentiu uma vontade, pequena que seja, de “abandonar o navio em pleno andamento” e virar pro lado e dormir, ou desaparecer dalí? No meio de um “percurso desagradável”, no meio de uma performance água com açúcar? No meio de uma brincadeira chatinha? Ou até querer fazer sozinha pra dormir rápido e descansar do dia cheio?

E pra finalizar, quando surge uma esticadinha e vai acontecer algo a mais, se dá conta na última hora, de que está usando uma calcinha imeeeensa, ou uma broxante, ou umazinha muuuuito perversa e pequenininha pra uma “donzela”?! Ou com alguma frase que não deveria estar ali num primeiro encontro?!

É. rs! Um bom final de semana pra geral.


Por: Debora Brito
Email:deborasbrito@ig.com.br
http://www.fotolog.com.br/dbura/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...